Psoríase e Obesidade: Qual e relação?

gothsonn 6 de abril de 2018 Nenhum comentário

Psoríase e Obesidade: Qual e relação?

 

A psoríase é uma doença imunomediada, crônica e não contagiosa, caracterizada por lesões eritêmato-escamosas na pele, podendo afetar ainda o couro cabeludo, unhas e articulações. Atinge 2 a 3% da população mundial, distribuída igualmente entre homens e mulheres. Pode ser desencadeada ou agravada por tabagismo, etilismo, infecções, drogas e trauma.

Resultado de imagem para psoríase

Estudos demonstraram que o paciente com psoríase apresenta um estado de inflamação crônica, não sendo uma doença, portanto, restrita à pele. Apresenta relação com o aumento do risco cardiovascular secundário às alterações metabólicas relacionadas à psoríase, como diabetes, obesidade, aumento do colesterol, hipertensão e doença coronariana, tendo assim esse paciente maior chance de vir a ter um infarto, ou acidente vascular cerebral.

A obesidade, hoje, atinge 35% da população mundial, tendo se tornado uma doença endêmica e considerada um problema de saúde pública. Nas últimas décadas, pesquisas demonstraram que o obeso apresenta um estado de inflamação crônica, com níveis elevados de TNF-α, IL-6 e proteína C reativa, que constituem citocinas inflamatórias, que têm influência no curso e apresentação da psoríase. Portanto, a obesidade tem se apresentado como fator agravante da doença, tendo sido demonstrado por estudos que a perda de peso entre os pacientes com psoríase, melhorou a gravidade desta doença, bem como a resposta ao tratamento medicamentoso.

Resultado de imagem para psoríase

Diante disso, torna-se cada vez mais evidente que o tratamento da psoríase requer uma abordagem multidisciplinar, pois além da terapêutica medicamentosa, o paciente deve ser encorajado e orientado a perder peso, controlar os níveis de colesterol, bem como cessar o tabagismo e etilismo, e tratar fatores psíquicos que estão comumente presentes entre estes pacientes, para assim aumentar-se as chances de sucesso terapêutico e controle da doença.

Dra. Bethânia Lucena – DermatologistaCRM/MA 9450   |  RQE 2927

 

Tag :