CÂNCER DE PELE, COMO PREVENIR

gothsonn 23 de março de 2018 Nenhum comentário

CÂNCER DE PELE, COMO PREVENIR

A dermatologia é a especialidade da medicina que se compromete a estudar a pele e também seus anexos, como unhas e cabelos.

Resultado de imagem para cancer de peleA pele é o maior órgão do corpo humano e sua principal função é atuar como um meio de comunicação entre o organismo e o meio ambiente, estando, dessa forma, vulnerável aos fatores de agressão externos.

Dentre todos, os agentes ambientais que envolvem os danos à pele, sem dúvidas o sol é o mais relevante. Ele está relacionado tanto a fatores benéficos, como no importante papel de produção de vitaminas, quanto a fatores maléficos, como no caso do envelhecimento precoce da pele e principalmente dos cânceres de pele, além de diversas outras doenças associadas à exposição solar.

O câncer de pele é uma doença, cuja incidência tem aumentado expressivamente em todo o mundo. Desta forma, há necessidade de uma maior preocupação com relação aos cuidados com a pele, especialmente a fotoproteção.

Existem, basicamente, dois grandes grupos de câncer de pele: o tipo não melanoma e o tipo melanoma.

Os cânceres de pele não melanoma correspondem à cerca de 30% de todos os tumores malignos e envolvem, em sua grande maioria, os chamados carcinomas basocelulares e os carcinomas espinocelulares. Muito embora este grupo de tumores apresente alta incidência, suas taxas de cura são bastante elevadas, apresentando excelentes respostas aos diversos tratamentos.

Resultado de imagem para cancer de pele

Por outro lado, o grupo que envolve os tipos melanoma é potencialmente o  mais perigoso e está associado a 90% das causas de mortes relacionadas aos cânceres de pele. Dados alarmantes mostram que sua incidência vem crescendo em todo o mundo, especialmente nas populações de pele branca e excessivamente expostas ao sol, sobretudo em pessoas que sofreram queimaduras solares na infância. Outros fatores também contribuem para o aumento do risco de câncer de pele melanoma como, por exemplo, as características geneticamente determinadas. Dessa forma, é imprescindível a realização de medidas preventivas relacionadas tanto à exposição solar, quanto à realização de exames dermatológicos de rotina, visando sempre ao diagnóstico precoce da doença.

Com relação às medidas de redução do risco de câncer de pele, a prevenção contra os raios solares é de fato a mais importante. Os protetores solares ou ainda filtros solares são produtos que têm a finalidade de interferir na radiação solar incidente na pele, reduzindo seus efeitos deletérios.

São consideradas medidas fotoprotetoras adequadas : as estratégias de orientação quanto aos horários de exposição ao sol; as medidas mecânicas de proteção, como o uso de roupas, chapéus, óculos e outros acessórios; a fotoproteção oral por meio do uso de comprimidos que regulam o sistema imunológico e protegem a pele contra a inflamação causada pela exposição aos raios ultravioleta; e o fotoprotetor tópico, medida central e essencial dentro dos programas de prevenção.

Com relação à utilização dos filtros solares, a aplicação em quantidades adequadas e a reaplicação periódica garantem o efeito protetor desejado nas áreas expostas ao sol. Algumas regiões específicas do corpo devem receber atenção especial como lábios, couro cabeludo e região ao redor dos olhos, uma vez que são alvos frequentes de lesões malignas e pré-malignas. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia é recomendado, de forma geral, o uso de filtros solares com fator de proteção solar (FPS) superior a 30, a partir dos seis meses de idade, devendo-se reaplicar a cada 2 ou 3 horas ou após exposição à agua.

Sendo assim, a construção de uma relação saudável entre pessoas e exposição solar, especialmente durante a infância, mostrando sempre a importância da fotoproteção,  que é ainda a melhor forma de prevenção dos danos causados à pele, sejam eles reversíveis ou de prognóstico reservado.

Dra. Laila Adrieli Vieira – Dermatologista formada pela Universidade Federal de São Paulo/Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia/Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia

Tag :